Obra missionária – Atos 13

“A Igreja que deixa de ser evangelística em breve deixa de ser evangélica”. (Alexandre Duff)

OBJETIVO

Despertar a missão no coração da igreja, mostrando talentos distribuídos e prestação a Deus.

IDÉIA CENTRAL DO TEXTO

Obra missionária pela igreja primitiva.

INTRODUÇÃO

  • Paulo é considerado o maior missionário do Cristianismo, pelo muito que realizou em pouco tempo. Por falar as principais línguas da época e possuir uma cultura invejável, tinha o livre acesso à sociedade gentílica de qualquer nação. Por isso, pregou no Areópago, em Atenas, lugar sagrado dos filósofos gregos.
  • Ele não possuía os recursos de que dispomos na atualidade e fez muito mais do que todos nós juntos. Na maioria das vezes, andava a pé, ou em velhas embarcações, ocasião em que enfrentou diversos perigos, tanto dos salteadores (nas estradas), como nos mares, por causa das tempestades e dos piratas.
  • Em todas as viagens que empreendeu, Paulo defrontou-se com muitas perseguições: Uma vez, foi apedrejado até considerá-lo morto; em Filipos, apesar de ser um cidadão romano, foi despido e apanhou publicamente. No entanto, em vez de reclamar, na prisão daquela localidade, glorificou a Deus e ganhou o carcereiro para Jesus.

Quem é o responsável real pela obra missionária: Depto de Missões ou Igreja toda?

LIÇÕES MISSIONÁRIAS QUE APRENDEMOS NESTES TEXTOS E REFLEXÕES MISSIONÁRIAS:

  1. Obra missionária é feita com submissão e compromisso – VS. 1-4

Na igreja há distribuição de dons e talentos para expansão da obra de Deus e não para engrandecimento pessoal do crente.

Quem escolhe, determina o momento e dar êxodo ao trabalho é o Espírito Santo;

Obreiro bem sucedido tem o apoio de Deus e do ministério;

Obra de Deus é feita com jejum e oração;

Na obra de Deus não pode faltar Profeta (pessoas que são transmissores reais da mensagem divina) e Mestres (pessoas que expõem com eficácia á Palavra).

“Existem muitas pessoas boas, fora do lugar certo e na direção errada.”

  1. Igreja envolvida e comprometida com missão

O apóstolo Paulo em 1 Co 14.26 disse que deveria ser feito tudo para edificação.

Louvores e cultos voltados para salvação do homem e adoração a Deus;

Conhece as necessidades e dados relevantes da região para êxodo maior da Obra;

Trabalha com temas ou focos específicos;

Envia e dar suporte ao missionário;

Faz e tem obreiros que fazem relatório detalhado da missão e região;

Contribui com missão financeiramente, orando e evangelizando;

É igreja organizada e tem recepção calorosa aos visitantes;

CONCLUSÃO

  • At 13:1-3 – Um dos maiores empreendimentos do mundo são as missões estrangeiras e, aqui, temos o início dessa grande obra. A idéia originou-se exatamente como devia: Numa reunião de oração.
  • Paulo, por tudo o que sofreu durante o exercício do seu ministério como apóstolo dos gentios, tornou-se o modelo para todos nós. Agora, basta descruzarmos os braços, orarmos, buscarmos a direção divina e realizarmos a obra que o Senhor Jesus nos confiou, desde o momento em que O aceitamos como nosso Salvador.

“Quem ganha almas sábio é.” Provérbio Bíblico

O que aprendemos aqui?

Todos têm dons e chamada para algo na obra de Deus.

É necessário descobrir o posto correto e o momento certo de agir;

Chamada de Deus não tira de ninguém a necessidade da submissão.

autor

Robson Santos

Mineiro, formado em Bacharel em Teologia pelo IDBES. Pesquisador da área educacional, teológica, liderança e familiar. Superintendente da EBD de Bela Vista 2007-2012. Atualmente Pastoreando a Igreja AD em Colina, ministro aula teológica há mais de nove anos.

 

Rolar para cima