Secretaria de Misiones de la Asamblea de Dios en el Perú

Somos gratos a Deus, por haver nos dado a oportunidade de estar trabalhando na obra transcultural, por mais últimos quatro meses (maio – agosto/2021). À CEADEMA na pessoa do Pr. Francisco Raposo, com toda a diretoria. A família SEMADEMA, representada pelo pastor Francisco de Assis, nosso Secretário Executivo de Missões. Ao pastor Mario César Cari Nina, presidente da CONMADEP (convenção peruana). Ao Pastor Walberto Sales, presidente da igreja em Pedreiras, pelo apoio ao projeto de curto prazo em Moyobamaba. Aos pastores Coutinho e Jackson Douglas, da IADESL e a todos mantenedores e intercessores desta obra.

VISITAS Ä IGREJA NO ESTADO DE PIURA.

Com o regresso do missionário Carlos Henrique da IADESL (São Luís), no final do mês de abril, devido a saúde do seu filho, nós temos viajado uma vez ao mês ao estado de Piura, localizado na região norte do país, para alentar a igreja, realizar santa ceia, visitar alguns irmãos e apoiar o evangelista peruano Luís Zapata, que até agora não tem tido uma boa aceitação da igreja local. As viagens realizadas representando a secretaria de missões foram feitas: no final do mês de Abril, pelo pastor Sergio Desiderio (Timom) juntamente com o pastor Robert (peruano). No final do mês de maio, fomos com o pastor Wilmer Jover (peruano) e no final do mês de Julho o pastor Sergio foi só com a familia.

Início da congregação em Chulucanas – Piura.

O trabalho na cidade de Chulucanas no estado de Piura, foi iniciado na casa dos pais da ir. Rosa Purizaca, irmã essa que se congregava no estado de Cajamarca (Igreja pastoreada pelo Missionário Sergio de Timom) e por motivo de forças maiores teve que voltar para a casa dos pais. E lá chegando começou a reunir a família para realizar cultos, e por falta de mais conhecimentos bíblicos convidou o pastor Sergio para ajudar com os cultos por meio da plataforma zoom. Numa das oportunidades um dos cunhados da nossa ir. Rosa ficou doente e foi internado em estado de coma e os médicos tinham que fazer um procedimento complicado, isto é, de risco.  E nesse dia que foi levantado o clamor por aquele senhor, conhecido como Wilson, houve também salvação de almas naquela família e a festa foi completa também no céu. No dia seguinte os médicos realizaram o procedimento e o sr. Wilson respondeu ao mesmo e começou a mover-se e dias depois despertou do coma e os médicos disseram que havia acontecido um milagre na vida daquele senhor. 

No dia 24 de Júlio, numa das viagens para apoiar a obra no estado de Piura, foi realizado um culto presencial na casa da ir. Rosa e nesse mesmo dia o sr. Wilson recebeu alta do hospital e foi um dia de festa naquela casa, aonde, mais familiares se entregaram para Cristo.  Naquela oportunidade esteve presente o pastor Sergio com o evangelista Luiz Zapata, responsável pela igreja em Piura, na qual tem dado assistência uma vez na semana àquela nova congregação que está a uma hora da cidade de Piura (capital do estado de Piura), isto é, uns 65 km.

VIAGEM A CIDADE DE ILO.

Nos dias 12-13/06 estivemos com o pastor Mario Cari Nina, presidente da CONMADEP (convenção peruana) e mais dois obreiros nativos, na cidade de Ilo.

A cidade de Ilo, está a 90 km de Moquegua (capital do estado de Moquegua), região sul do Peru (Já mais próximo à fronteira com Chile). Está a 1100 Km da capital Lima.

A obra naquela cidade foi iniciada pelo pastor Antônio Jorge, da nossa CEADEMA, porém nos últimos anos estava sendo pastoreada por obreiros nativos. O último pastor já tinha quase 10 anos naquela cidade, mas devido a um escândalo de ordem moral, foi necessário irmos de urgência e fazer uma mudança, deixando então um missionário do estado Minas Gerais, como obreiro responsável por aquele trabalho sofrido.

3ª SEMANA MISSIONÁRIA.

Dos dias 22-26/06 realizamos a 3ª semana missionaria, de forma virtual, com o tema: “Missões não está em quarentena”, aonde estiveram participando vários conferencistas internacionais, dentre eles alguns membros da CEADEMA: Pr. Francisco de Assis (Diretor Executivo da SEMADEMA), Pr. Jackson Douglas (Diretor Executivo da SEMADESL), Pr. Sergio Reinaldo (Mis. Em Australia), e outros da Colômbia, Inglaterra e Equador. Tivemos também participações especiais do: Pr. Gilberto de Jesus (Tesor. Da SEMADEMA); Pr. George (Diret. Executivo da SEMADEB); Pr. Virgilio (Mis. Entre indígenas); Pr Rof (Mis. Em Alemania). Missionários do Senegal, Gambia…

Foi muito impactante o resultado desse trabalho para a igreja peruana, pois o propósito é que entendam que eles também foram chamados para fazer missões e a pandemia não podia detê-los.

1ª CONFERÊNCIA DE MISSÕES

1ª CONFERÊNCIA DE MISSÕES PARA PASTORES E OBREIROS.

No dia 14/08, realizamos uma conferência para líderes sobre missões, devido à grande ausência de alguns na 3ª semana missionaria. O trabalho foi realizado em dois horários: pela manhã das 9:00-12:00 e pela tarde das 15:00-18:00. Os preletores foram o pastor Carlos Scott (Argentina) e o Pastor ugo Silva (Peru), ambos com uma grande experiência em preparar e enviar obreiros ao campo. 

POSSE DO MISSIONÁRIO SANTOS E MIS. MARIA INÊS.

No final do mês de junho o pastor Valternilson e a missionária Claudia, ambos enviados pelo campo do Tirirical, (pastor Osiel Gomes, com a SEMADET, pr. Douglas Braynner.), decidiram regressar ao Brasil por conta própria e deixaram o Tiago e a Layse (Genro e filha), na igreja em Santa Anita, até o campo de Tirirical enviasse outro casal e no final do mês de agosto, retornaram ao Peru o casal de missionários Santos e Inês, que assumiram o desafio de pastorear a igreja em Santa Anita. Estivemos dando a posse deles e agradecendo ao missionário Tiago e Layse pelo apoio.

POSSE DO MISSIONÁRIO SANTOS E MIS. MARIA INÊS.

VISITA A IGREJA EM UCAYALI.

Ucayali é o estado localizado na região da Selva amazônica peruana, que tem como capital a cidade de Pucallpa, na qual está de 4 a 7km do município de Yarinacocha, lugar onde reside o pastor Evandro e família e também onde desenvolvem o trabalho missionário.

Dos dias 29/09 – 02/10, estivemos visitando a obra que essa família de missionários, mantidos em parceria com a  SEMADEMA, com a Igreja em São Bento, presidida pelo pr. Jose de Deus Rios, e a igreja em Timom. Presidida pelo Pr. Euvaldo Sá. O trabalho naquela região é muito desafiador, devido as necessidades básicas do povo, porem a família tem desenvolvido um lindo trabalho evangelístico como social, tendo assim já levantado uma igreja em Yarinacocha com templo e casa pastoral própria e uma congregação na comunidade indígena Puerto Firmeza, aonde os nativos falam tanto o espanhol como o dialeto Shipibo, e estão levantando um templo. Nos dias que estávamos aí, tivemos o privilégio de participar em dois cultos na igreja, aonde entregamos certificados de batismos a dez novos membros, e oramos por dois novos obreiros que foram separados ao diaconato. Não foi possível participar num culto na comunidade indígena, devido as intensas chuvas e as dificuldades de acesso, mas chegamos a ir no dia antes do nosso retorno a Lima, conseguindo assim ainda reunir uns poucos irmãos e fazer um devocional com eles.

VISITA A IGREJA EM UCAYALI
Comunidade indigena em Puerto Firmeza.
ELVIA EM MOYOBAMBA

No dia 15/06, enviamos a irmã Elvia para a cidade de Moyobamba, capital do estado de San Martin, para apoiar a missionaria Evanda, visto que ela é solteira. Ela esteve acompanhando a missionaria por três meses, na qual puderam desenvolver alguns trabalhos de evangelização. Tivemos o apoio financeiro da igreja em Pedreiras, presidida pelo pastor Walberto Magalhaes.

Escola Bíblica de Férias
Reforço escolar, algumas com mais de 10 anos sem saber ler.
Evangelismo nas praças e de porta e porta.
Distribuição de comida a pessoas necessitadas.
Culto no “templo” (na sala da casa da missionaria Evanda).

MOTIVOS DE ORAÇÃO.

  1. Pelos missionários que estão no Brasil impedidos de retornar ao Peru por causa da situação pandêmica.
  2. Pela construção da Base Missionaria na cidade de Huaura;
  3. Pelos Missionários, para que Deus continue dando força espiritual, emocional e física para continuarem firmes na obra.
  4. Pelos 5 estados, onde ainda não temos nenhum trabalho da nossa convenção peruana.
  5. Pela situação econômica do Brasil, para o dólar baixe, pois assim sabemos que a igreja poderá investir mais nas missões transculturais.
  6. Pelas igrejas de Santa Anita, Ilo e Piura, que estão passando por transição de obreiros.

     

    Misael Fonseca Louzeiro

    Pr. Diretor executivo da SEMADEPE
Rolar para cima