A capacidade do Senhor da Seara de plantar uma igreja nos lugares mais inacessíveis

Textos:
Sempre fiz questão de pregar o evangelho onde Cristo ainda não era conhecido, de forma que não estivesse edificando sobre alicerce de outro.
Mas antes, como está escrito: “Hão de vê-lo aqueles que não tinham ouvido falar dele, e o entenderão aqueles que não o haviam escutado” Rm 15:20-21
Para que possamos pregar o evangelho nas regiões que estão além de vocês, sem nos vangloriarmos de trabalho já realizado em território de outro.
Contudo, “quem se gloriar, glorie-se no Senhor”, pois não é aprovado quem a si mesmo se recomenda, mas aquele a quem o Senhor recomenda. 2 Co 10:16-18

INTRODUÇÃO
No livro de  Atos, Lucas relata sua primeira carta a seu amigo Teófilo e a todos os que amam a Deus, os acontecimentos realizados por Jesus. Nesta segunda carta ele relatava os últimos acontecimentos, as mudanças, inauguração da nova comunidade do mundo chamada igreja.
Hoje temos um dos livros da Bíblia que relata o grande avanço missionário do primeiro século. As viagens missionarias de Paulo, sua vida desde o nascimento, sua formação, como verdugo do cristianismo, sua conversão, chamado, formação e envio al campo missionário, implantação de igreja em mais de 30 países, cidades o ilhas diferentes.

1 – SUA JUVENTUDE E PRIMEIRA VIAGEM MISSIONARIA, COM BASE EM TARSO E ANTIOQUIA.
1.1-    O nome de Paulo aparece no Capítulo 8 do livro de Atos como perseguidor da igreja
1.2-    Sua conversão, chamado, caminho a Damasco, seu batismo, sua primeira visita a Jerusalém  Atos  Cp. 9
1.3-    Sua primeira experiência ministerial, junto com Barnabé, seu traslado a Antioquia, e sua segunda visita a Jerusalém, com ajuda aos santos  Atos Cp.11.
1.4-    Inicio de sua primeira viagem Missionaria junto com Barnabé, enviados pela igreja de Antioquia de Síria. El alcance das Cidades: Ilha de Chipre, Antioquia de Pisidia, Iconio, Listra, Derbe, Pisidia, Panfilia, Perge,  Atalía.  Atos Cap. 13/14
1.5-    Sua participação no Concílio de Jerusalém já como Apóstolo reconhecido por todos. Atos Cp. 15., Paulo escreveu a carta aos Gálatas

2 – SEGUNDA VIAGEM MISSSIONÁRIA DE PAULO
2.1- Projeto unido: Jerusalém e Antioquia, Silas se une a Paulo. Atos 15:22/41
2.2- Desacordo entre Paulo e Barnabé, Barnabé trabalha com João Marcos e Paulo com Silas. Atos 15: 36/39. Formando 2 equipes de missionários
2.3- Timóteo se une a Paulo e a Silas  em Listra. Já são 3 na  equipe.  Atos 16:1-5
2.4- Lucas se une a Paulo e sua equipe em Troas, e são 4 na equipe. Atos 16:6-10.
2.5-Nesta segunda viagem Paulo e sua equipe alcança as duas Províncias, Macedônia e Acaya, com as seguintes cidades: Troas, Filipos,  Anfipolis, Apolônia, Berea, Tessalônica, Atenas, Cencrea,  Corinto.  Atos 16.6 ao 18: 6.
2.6- Nesta viagem Paulo pode animar as igrejas e toda a equipe com várias de sus cartas tales como: filipenses, as de Tessalônica,  primeira  a Coríntios, sobre a segunda vinda de Cristo.

3-    TERCEIRA VIAGEM MISSIONÁRIA- ENCARCERAMENTO E MORTE
3.1- Terceira viagem missionária.  Atos 18:18-28
3.2- Por fim em Efésios, Atos 19:1-7. A Presença do poder do Espírito Santo.  A escola de Tiranos.  Atos. 19: 8-20.
3.3- Más notícias de Corinto: Pablo escreve 1 Coríntios, At 19:21-22
3.4- Crise em Corinto: alvoroço em Éfeso, Paulo sai para Macedônia.  Atos 19: 23-41
3.5- Macedônia, depois de 6 anos de ausência.  Atos 20.1-2
3.6- De novo em Corinto. Paulo escreve Romano. Atos 20.2b, 3, Ro 15:12-16, 27
3.7- A Jerusalém,  encontro em Troas, despedidas dos Anciãos de Éfeso, At 20. 3-38
3.8- Preso em Jerusalém: Mirando a Roma At 21:1 a 23:11
3.9- Preso em Cesárea: Rumo a Roma. Atos 23:12 a 26:32. Viagem a Roma e seu ministério em Roma. Atos 27: 1 a 28: 31
3.10- Entre encarceramento e martírio escreveu (1 e 2 Timóteo e Tito). Paulo o Ancião segue olhando para adiante (2 Timóteo)

4- O PROPÓSITO DE PAULO SOBRE OS NÃO ALCANÇADOS: Romanos  15:20:21,
4.1- A justiça: necessária, acreditada e impartida. Ro 1 a 8
4.2- O amor de Paulo pelos judeus e gentis.  Rm 9 a 11
4.3- A estratégia missionária de Paulo. Rm 10.
Paulo inicia sua carta aos romanos, demostrando um verdadeiro anelo de visitar e impartír alguns conhecimentos, pois se sentia em divida não só com os romanos senão com todos. Rm 1: 14-15.
No final da sua carta Cap. 15: v 19, explica o porquê de tantas demoras, mostra o plano e objetivo que levou a cabo desde Jerusalém hasta  Ilírio (o continente Africano).
A meta era povos não alcançados com o Evangelho e campos brancos onde Cristo não fosse conhecido ou pregado, para não edificar sobre fundamento alheio.
Paulo volta a falar do tema da sua visita a Roma v22. 23
2 Coríntios 10:16-18.
Paulo não queria se orgulhar do trabalho dos outros apóstolos, senão que sua meta era ir além dos campos já conquistados.

5- CONCLUSÃO
Paulo em menos de 20 anos de ministério e sem recursos, alcançou mais de 30 países, cidades o Ilhas com a pregação do evangelho, saiu de Ásia, chegou a Europa, passou para África e seguia com sua morada na capital do Império Romano.
Hoje a igreja Brasileira é a igreja pentecostal maior do mundo, e a segunda força missionária mundial, mas na verdade estamos fazendo o correto, estamos alcançando os confins da terra, sigamos a meta de Paulo, uma pregunta: Por que Paulo fez tanto com tão pouco recurso? e nós com tanto recurso fazemos tão pouco?
Paulo pagou a divida que tinha, Rm 1:14/15 e nós ? quando vamos pagar a nossa?
Brasil, teu tempo de ser luz às Nações tem chegado.

Por Elias Oliveira – Equador

Rolar para cima